Acesso Restrito a Associados:

Busca no site:
Compartilhe
Notícias

Com apoio da Investe SP, Bionovis anuncia investimento de R$ 739 milhões em Valinhos

Data: 26/03/2015

A Bionovis, joint-venture de quatro laboratórios que respondem por 33% do mercado farmacêutico brasileiro em volume, anunciou na última terça-feira (24/03) durante evento no Palácio dos Bandeirantes, que vai investir R$ 739 milhões em uma fábrica de biofármacos em Valinhos (SP).


A empresa conta com a assessoria da Investe São Paulo, que apoiou a empresa na solicitação do incentivo junto à Secretaria da Fazenda para a implantação de unidade industrial para fabricação de biofármacos.


O governador Geraldo Alckmin assinou, durante o evento, decreto que desonera empresas do setor na aquisição de máquinas e equipamentos destinados ao ativo imobilizado de suas plantas, por meio da suspensão do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) na importação de bens, sem similar nacional e do diferimento desse imposto na aquisição de bens de fabricante localizado neste Estado.


Alckmin reforçou a importância dessa medida. “Hoje o Brasil está dando um passo à frente na área de saúde. Os fármacos são um elemento importante desse avanço. A Bionovis vai fazer remédios que serão disponibilizados para toda a população, entregando o que há de mais avançado em pesquisa e inovação. Atualmente o principal destaque no cenário internacional não é para o país que tem mais força bélica ou é mais rico, e sim para o que mais inova”, declarou.


“A equipe da Investe SP tem feito um importante trabalho junto à Bionovis. Entre as ações, ajudamos a empresa na busca pelo local ideal para a fábrica, contatando cerca de 20 municípios, avaliando e visitando terrenos. E a parceria está só começando”, explicou o presidente da Investe São Paulo, Juan Quirós. A Agência é vinculada à Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação.


A planta da Bionovis irá produzir medicamentos biológicos de alta complexidade voltados, sobretudo, para o tratamento de doenças autoimunes, diversos tipos de câncer, doenças inflamatórias intestinais e doenças neurodegenerativas. Também está prevista a construção de uma central de distribuição de medicamentos. A maior parte deles será vendida para o SUS.


"Além da geração de empregos de alta qualificação, a implantação da Bionovis em Valinhos permitirá o estabelecimento de parcerias com universidades e ICTs, promovendo pesquisa e desenvolvimento, incentivando a inovação e incrementando ainda mais a economia do Estado, que já é líder na produção de medicamentos", disse o vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, Márcio França.


A expectativa é que a nova planta esteja pronta ao final de 2016 e comece a operar em  2017, com 150 funcionários. A partir daí, serão produzidos aproximadamente 180 mil unidades de medicamentos por mês. Entre eles estão o etanercept, o adalimumab e o infliximab, utilizados no tratamento de, por exemplo, artrite reumatoide e psoríase,o rituximab, utilizado no tratamento de linfomas e artrite reumatoide, o trastuzumab, utilizado para o tratamento de câncer de mama e câncer gástrico, o bevacizumab, utilizado no tratamento de câncer colorretal e câncer de pulmão, o cetuximab, utilizado no tratamento de câncer de cabeça e pescoço e câncer colorretal e o interferon beta 1a, utilizado no tratamento da esclerose múltipla.


“Encontramos na cidade de Valinhos todas as condições necessárias para a implantação da Bionovis. Sobretudo um imóvel pronto para a instalação imediata das unidades de administração, produção, almoxarifado e laboratórios de controle e garantia de qualidade o que contribui para avançarmos rapidamente com a construção e cumprir nossos compromissos com nosso parceiros e órgãos do Governo Federal. Foi relevante para a nossa decisão a agilidade e profissionalismo dos órgãos do Governo e Prefeitura em atender as demandas inerentes ao projeto da Bionovis”, afirma o presidente da empresa, Odnir Finotti.


“Mostramos às empresas do setor de biotecnologia farmacêutica que o Estado de São Paulo oferece o maior mercado consumidor, a melhor oferta de capital humano e a mais preparada logística para a distribuição dos medicamentos. Com esse incentivo esperamos trazer mais empresas para o Estado”, ressaltou Quirós.


"Conseguimos, com a agilidade do governador Geraldo Alckmin em criar mecanismos e o empenho da Investe São Paulo, que acreditaram em Valinhos, trazer para a cidade o primeiro laboratório de biotecnologia farmacêutica do Brasil. Encontramos na Bionovis a dedicação a projetos que salvam vidas. Com esta união de forças, decididamente, colocamos Valinhos como referência nos cenários nacional e internacional”, finalizou o prefeito de Valinhos, Clayton Machado.


Sobre a Bionovis


Joint venture igualitária entre os laboratórios Aché, EMS, Hypermarcas e União Química, a Bionovis foi criada em março de 2012. As quatro empresas juntas possuem 33% do mercado brasileiro em volume e 27,5% em valor.


Com o empreendimento em Valinhos, a empresa pretende ser a primeira brasileira a produzir biofármacos de alta complexidade e se tornar a maior empresa de base biotecnológica latino-americana, geradora de inovação e exportadora de produtos e tecnologia.



(Fonte: Investe São Paulo – 24/03/2015)



Enquete

Associados

ipd-farma
Av. Churchill, 129, Grupo 1101 – Centro - Rio de Janeiro - RJ - CEP 20020-050
Tel: (21) 3077-0800 - Fax: 3077-0812