Acesso Restrito a Associados:

Busca no site:
Compartilhe
Notícias

Aldo Rebelo diz ao Incor que irá trabalhar pelo avanço da saúde

Data: 13/03/2015

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Aldo Rebelo, afirmou nesta quinta-feira (12/03) que irá trabalhar para reforçar as ações do ministério de apoio ao desenvolvimento de pesquisas e da inovação no setor da saúde.


"Creio que temos um horizonte muito vasto de atuação na área. Temos que remover os obstáculos para construir soluções inovadoras para o setor", disse, durante reunião no Instituto do Coração (Incor),em São Paulo(SP), da qual participou a convite do presidente do conselho diretor do hospital, o médico e professor Roberto Kalil Filho.


Aldo apresentou as ações do MCTI para a área e ouviu sugestões da plateia, formada por membros do conselho diretor do Incor, da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), da reitoria da universidade, da Fundação Zerbini e do Hospital das Clínicas, além de diretores da área clínica do hospital, médicos, pesquisadores, professores e profissionais da saúde.


O ministro afirmou que o Brasil precisa avançar no desenvolvimento de pesquisas, de processos e produtos na área. E ressaltou a importância de internacionalizar os serviços do País. "Temos capacidade para inovar na internacionalização dos nossos serviços, que são de alto nível", avaliou.


Respondendo às sugestões da plateia, Aldo destacou que o programa dos Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia (INCTs), coordenado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq/MCTI), tem "papel decisivo" para o desenvolvimento do País.


Afirmou, ainda, que irá "reforçar, recompor e preservar o orçamento do MCTI". "Minha função é liderar politicamente as reivindicações e aspirações da comunidade científica e valorizar a agenda política da ciência, tecnologia e inovação".


No encontro, o presidente do conselho diretor do Incor saudou a presença do ministro e disse que o setor está à disposição para reforçar a interlocução com a pasta. "Vamos trabalhar juntos nas questões estratégicas para o País", reiterou Kalil.


O pró-reitor de Pesquisas da USP, José Eduardo Krieger, reforçou a importância do estímulo à inovação no setor. "Temos a necessidade de mobilizar toda a cadeia da área de saúde com a ideia da inovação e do empreendedorismo", observou.


O diretor executivo da Comissão de Relações Internacionais da FMUSP e membro do Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia (CNCT), Eduardo Moacyr Krieger, mencionou a relevância da articulação entre universidades e empresas para o desenvolvimento de pesquisas e do papel do conselho para a área.


O membro da Comissão Científica do Incor, o cardiologista Edmar Bocchi, por sua vez, ressaltou a necessidade de investimentos em ciência básica.


Ao final da reunião, o ministro enfatizou a importância das parcerias do MCTI com os ministérios da Saúde, da Educação e do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior para o avanço da ciência, da tecnologia e da inovação na área da saúde. E disse que reforçará a cooperação e a interlocução com o setor. O ministro estava acompanhado pelo secretário de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do MCTI, Armando Milioni.


 

(Fonte: MCTI – 13/03/2015)



Enquete

Associados

ipd-farma
Av. Churchill, 129, Grupo 1101 – Centro - Rio de Janeiro - RJ - CEP 20020-050
Tel: (21) 3077-0800 - Fax: 3077-0812