Acesso Restrito a Associados:

Busca no site:
Compartilhe
Notícias

Projetos de plantas medicinais receberão apoio financeiro

Data: 27/10/2014

O Ministério da Saúde divulgou, na última sexta-feira (24/10), o resultado final do edital SCTIE/MS nº 1/2014, que apoiará projetos na área de plantas medicinais e fitoterápicos. No total, foram selecionados 19 projetos. O resultado do edital foi publicado no Diário Oficial da União.


Entre os selecionados, 12 deles são voltados para a assistência farmacêutica em plantas medicinais e fitoterápicos, 5 para estruturação de Arranjos Produtivos Locais (APL’s) de Plantas Medicinais e Fitoterápicos, no âmbito do SUS, e 2 para o desenvolvimento e registro sanitário de medicamentos fitoterápicos da Rename (Relação Nacional de Medicamentos Essenciais), por meio de laboratórios públicos.


Serão investidos aproximadamente R$7,1 milhões para o desenvolvimento destes 19 projetos que estão ligados às secretarias de saúde municipais e estaduais de todo o País. Os recursos serão transferidos na modalidade fundo-a-fundo e utilizados na aquisição de equipamentos, insumos, contratação de serviços e capacitações. Os projetos serão desenvolvidos no âmbito do SUS de todas as regiões brasileiras.


Desde 2012, o Ministério da Saúde lança editais para apoio de projetos na área. Alguns deles, como os APL’s de Santarém (PA) e Pato Bragado (PR), têm tido experiências exitosas no uso dos recursos. A seleção que antes só apoiava projetos de APL’s foi mais abrangente este ano e passou a incluir projetos de assistência farmacêutica e laboratórios públicos.


“O Ministério da Saúde entendeu esta demanda e ampliou a seleção buscando fomentar a fitoterapia nos laboratórios públicos, ajudar no desenvolvimento local e na disponibilização de fitoterápicos eficazes, seguros e de qualidade aos usuários do SUS”, explica a analista de políticas sociais do Programa Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos do Ministério da Saúde, Letícia Mendes.


Histórico


Em 2006, foi publicada a Política Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos, cujas diretrizes foram detalhadas no Programa Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos, de 2008.


No Plano Plurianual 2012-2015 do Governo Federal, foi destinado recurso específico para o uso de plantas medicinais e fitoterápicos no âmbito do SUS. A partir de então, e somados aos de 2014, serão 66 projetos apoiados, totalizando investimento superior a 26 milhões de reais.


 

(Fonte: Portal ORM – 25/10/2014)



Enquete

Associados

ipd-farma
Av. Churchill, 129, Grupo 1101 – Centro - Rio de Janeiro - RJ - CEP 20020-050
Tel: (21) 3077-0800 - Fax: 3077-0812