Acesso Restrito a Associados:

Busca no site:
Compartilhe
Notícias

Libbs apresenta 1ª plataforma para rastrear medicamentos

Data: 08/10/2014

A primeira plataforma para rastrear medicamentos no Brasil será apresentada nesta quarta-feira (08/10), seguindo as diretrizes do Sistema Nacional de Controle de Medicamentos e a resolução da Anvisa RDC 54/2013, que prevê o acompanhamento do trajeto de todos os medicamentos por meio da impressão de um código bidimensional Datamatrix nas embalagens, espécie de RG do produto. A tecnologia permite que seja identificado o local e data da produção, como foi distribuído e em que farmácia foi comercializado.


A solução será apresentada com antecedência pela farmacêutica Libbs, já que o prazo para que as indústrias tenham o sistema em pleno funcionamento vai até dezembro de 2016. 


De acordo com a assessora especial do Gabinete do Diretor Presidente da Anvisa, Ana Paula Teles, uma série de benefícios são esperados para a cadeia da saúde, como o controle e a redução das falsificações de medicamentos, menos roubos e desvios, possibilidade de gerir riscos, otimização de logística, custos, ações sanitárias, entre outros.


O cronograma prevê que, até dezembro de 2015, todas as indústrias coloquem no mercado pelo menos três lotes de medicamentos já produzidos com embalagem que permita o rastreamento.


A apresentação da brasileira Libbs ocorrerá nesta tarde em seu Parque, em Embu das Artes (SP). Para demonstrar a rastreabilidade de ponta a ponta, durante o evento, os convidados que estiverem na fábrica poderão acompanhar o processo de impressão do código bidimensional em uma embalagem de medicamento e poderão ver também (por meio de um link) como a leitura do código do produto é feita a quase 1200 quilômetros de distância (numa loja da Drogaria Rosário, em Brasília). 


De acordo com o Ministério da Saúde, Itália e Turquia são os únicos países que já contam com um sistema de rastreabilidade de medicamentos em pleno funcionamento. Na Argentina, a política está em processo de ampliação e os Estados Unidos estudam a possibilidade de adotar um sistema de controle.


Lançamento 


Na ocasião, a farmacêutica lançará projeto, que está sendo desenvolvido em parceria com a prefeitura de Embu das Artes, para a implantação da plataforma E-SUS (nível 6) e um sistema para a gestão do primeiro atendimento nas UBSs do município.


A iniciativa faz parte da contrapartida social devido ao financiamento do BNDES para a construção da planta de medicamentos biológicos do Brasil.

 

 

(Fonte: Saúde Business 365 – 08/10/2014)



Enquete

Associados

ipd-farma
Av. Churchill, 129, Grupo 1101 – Centro - Rio de Janeiro - RJ - CEP 20020-050
Tel: (21) 3077-0800 - Fax: 3077-0812