Acesso Restrito a Associados:

Busca no site:
Compartilhe
Notícias

Evento debate a rastreabilidade da produção de medicamentos

Data: 24/07/2014

Uma nova legislação na área de medicamentos vai incluir mais recursos tecnológicos nas diversas etapas de produção e comercialização de remédios e suscita discussões sobre quais as melhores soluções tecnológicas para adequar as plantas produtivas à nova normativa. Para debater este e outros temas, o Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) vai sediar no dia 30 de julho, o “III Workshop RDC 54/2013 – Implantação da Codificação e Rastreabilidade de Medicamentos”.


As inscrições podem ser feitas pelo link http://bit.ly/1qiBCJK. Mais informações pelo site da Alfob (www.alfob.org) ou pelos telefones (41) 3316-3177 e (61) 3325-4456.


O evento é realizado pela Associação dos Laboratórios Farmacêuticos Oficiais do Brasil (Alfob) e pela Incubadora Tecnológica do Tecpar (Intec), responsável por outro evento que é realizado na mesma ocasião, o “XVI Workshop INTEC – Oportunidades de negócios na área da Saúde”.


Os eventos debaterão como operacionalizar o que determina a Lei 11.903/2009, que dispõe sobre o rastreamento da produção e do consumo de medicamentos por meio de tecnologia de captura, armazenamento e transmissão eletrônica de dados. Para implantar essa mudança, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) criou o Sistema Nacional de Controle de Medicamentos (SNCM), por meio da Resolução RDC 54/2013.


Pela normativa, até o final de 2015 o controle dos medicamentos deverá ser realizado por meio de um sistema de identificação exclusivo dos produtos, por toda cadeia envolvida.


Os remédios receberão identificação específica para gestão e rastreabilidade com dados completos do registro sanitário do produto, do fabricante, da apresentação, do responsável técnico, da data de fabricação e validade.


Esses dados deverão ser disponíveis para o acesso por todos os envolvidos no processo, desde o laboratório produtor até o usuário, passando pela cadeia de logística e pelas unidades de dispensação.


Cadeias


Para debater o desenvolvimento e uso de tecnologia o workshop vai reunir organismos do Ministério da Saúde envolvidos na cadeia de aquisição, logística e dispensação de medicamentos, gestores e técnicos de laboratórios oficiais produtores, fabricantes de sistemas e infraestruturas que proponham soluções integradas e profissionais da saúde.


O evento vai ainda atualizar as etapas já percorridas nos Laboratórios Oficiais e as infraestruturas tecnológicas necessárias para a implementação do SNCM, bem como mostrar os avanços nos demais segmentos do setor.


Faz parte dos objetivos do workshop também a apresentação das infraestruturas e sistemas existentes no âmbito da cadeia do SUS, das potenciais soluções tecnológicas e mecanismos de fomento e financiamento, além de mostrar oportunidades, desafios e próximos passos no setor.


Participarão da abertura dirigentes das entidades promotoras, representantes do Ministério da Saúde, do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e das secretarias estaduais da Saúde e da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Paraná.



(Fonte: Diário Indústria & Comércio – 23/07/2014)



Enquete

Associados

ipd-farma
Av. Churchill, 129, Grupo 1101 – Centro - Rio de Janeiro - RJ - CEP 20020-050
Tel: (21) 3077-0800 - Fax: 3077-0812