Acesso Restrito a Associados:

Busca no site:
Compartilhe
Notícias

Medicamentos genéricos para câncer do sangue são testados e podem ser opção mais econômica para o tratamento oncológico

Data: 12/12/2018

Primeira pesquisa brasileira comparando medicamentos genéricos e biossimilares para o câncer do sangue com o medicamento original foi apresentada na 60ª edição do congresso de hematologia organizado pela American Society oh Hematology (ASH), realizada em San Diego este mês, nos EUA, pelos médicos hematologistas do Hemomed Instituto de Oncologia e Hematologia, Rodrigo Santucci e Renato Centrone.

 

A pesquisa apresentada por Rodrigo Santucci, da qual foi coautor, comparou o resultado e eficácia do medicamento Mabthera (rituximab) biossimilar, mostrando que a eficácia e os efeitos colaterais são os mesmos do medicamento referência no tratamento do Linfoma não Hodgkin do subtipo folicular.

 

Segundo Rodrigo Santucci, os medicamentos genéricos e biossimilares estão vindo ao mercado. "Isso é bom, pois ao melhorar os preços, podem trazer acesso a vários pacientes e viabilizar mais os planos de saúde. Mas por outro lado é nosso dever fazer estes trabalhos para validar as drogas novas para manter a segurança e a resposta terapêutica aos nossos pacientes", avalia.

 

Os novos genéricos e biossimilares deverão estar no mercado no ano que vem.

 

No estudo para leucemia, os genéricos demonstraram menor sobrevida

 

Primeira pesquisa brasileira sobre a eficácia de medicamentos genéricos em comparação ao Gilvec (imatinib), utilizado no tratamento de pacientes com Leucemia Mieloide Crônica foi apresentada no 60º Congresso de Hematologia da American Society of Hematology (ASH) pelo médico hematologista Renato Centrone, do Hemomed Instituto de Oncologia e Hematologia, que foi coautor do estudo.

 

Em pesquisa realizada com 445 pacientes, incluindo participação de centros na Itália e Argentina, comparou-se o resultado e eficácia do Gilvec com mais de 6 tipos de genéricos. Foi constatada discreta menor sobrevida global e sobrevida livre de eventos adversos inferior, no período de 24 meses, no resultado e eficácia dos genéricos em relação ao medicamento original. Não houve diferença estatística com relação a efeitos colaterais nos dois grupos.

 

Segundo Renato Centrone, trata-se de um resultado preliminar, avaliando os pacientes no período de 24 meses. "Mas trata-se de um importante passo, pois é o primeiro estudo dos genéricos para a Leucemia Mieloide Crônica", destaca o médico.

 

Hemomed, maior centro de tratamento onco-hematológico do país participa do congresso internacional

 

Maior centro de tratamento onco-hematológico do país, com 10 mil atendimentos / mês, o Hemomed Instituto de Oncologia e Hematologia tem participado de todos os mais importantes eventos médicos para trazer ao Instituto os últimos avanços e descobertas do setor.

 

Os médicos hematologistas do Hemomed, Daniela Dias Ferreira, Renato Centrone e Rodrigo Santucci participaram da 60ª edição do congresso de hematologia, nos EUA, organizado pela American Society of Hematology.

 

Os dois trabalhos do Hemomed, apresentados pelos hematologistas, foram selecionados pelos organizadores do Congresso pela relevância científica e os especialistas foram convidados a uma apresentação oral para os médicos presentes.

 

O evento reuniu 27 mil médicos do mundo todo envolvidos com hematologia, de mais de 150 países, que recebem as mais relevantes e recentes informações sobre pesquisas científicas inovadoras e os avanços mais importantes para o diagnóstico e tratamento das doenças hematológicas.

 

O Congresso ASH é conhecido como a maior vitrine da especialidade, contando com mais de 250 expositores apresentando seus lançamentos em serviços e produtos para os profissionais.

 

 

 

(Fonte: Terra - 10/12/18)



Enquete

Associados

ipd-farma
Av. Churchill, 129, Grupo 1101 – Centro - Rio de Janeiro - RJ - CEP 20020-050
Tel: (21) 3077-0800 - Fax: 3077-0812