Acesso Restrito a Associados:

Busca no site:
Compartilhe
Notícias

Crise chegou ao setor de medicamentos no mês de agosto

Data: 20/10/2015

O setor de medicamentos é historicamente um dos últimos a sofrer os impactos de crises econômicas, mas a sua resiliência começa a dar sinais de fraqueza.


Agosto foi o mês que marcou a chegada da crise aos produtos farmacêuticos, segundo Natanael Costa, presidente do Sincofarma-SP (sindicato dos varejistas).


"No primeiro semestre estávamos com uma situação confortável em relação aos outros segmentos do comércio", afirma Costa.


Sergio Barreto, presidente da Abrafarma, entidade que reúne as grandes redes, não divulga o histórico das vendas das farmácias no ano, mas diz que agosto foi mais fraco para os medicamentos.


A queda nas unidades vendidas pela indústria para distribuidores e varejistas foi de cerca de 5% em agosto ante julho, desempenho incomum para o mês, de acordo com os fabricantes.


Outra queda mensal havia acontecido em abril, mas ela é considerada sazonal, devido à antecipação de compras por parte do varejo em março para aproveitar os preços anteriores ao reajuste anual liberado pelo Governo.


"Nosso setor é o último a entrar e o primeiro a sair das crises. Mas o impacto do dólar é muito forte porque a maior parte da matéria-prima é importada", diz Geraldo Monteiro, diretor da Abradilan, associação de distribuição e logística do setor.


Uma possível consequência da atual pressão sobre os custos é a retirada dos investimentos em pesquisa, segundo Reginaldo Arcuri, presidente da FarmaBrasil, que reúne fabricantes brasileiros.


"Não é só o dólar. São muitos choques, como o combustível para transportar mercadoria, a energia, a revisão na desoneração da folha de pagamento etc.", diz Arcuri.


"Já estamos vendo redução nos gastos de marketing. Os investimentos em pesquisa ainda não começaram a ser cortados porque não podem ser descontinuados imediatamente, mas pode vir um corte de até 60% neles se a situação não mudar." 



(Fonte: Folha de S. Paulo – 19/10/2015)



Enquete

Associados

ipd-farma
Av. Churchill, 129, Grupo 1101 – Centro - Rio de Janeiro - RJ - CEP 20020-050
Tel: (21) 3077-0800 - Fax: 3077-0812